Sistema de telerradiologia do Amazonas ganha prêmio nacional

Tecnologia desenvolvida para implantação do sistema de telerradiologia na rede estadual de saúde ganhou o 1º Prêmio Abimed de Inovação Transformacional, na categoria “Ampliação do acesso da população à saúde”. O prêmio é concedido pela Associação Brasileira da Indústria de Alta Tecnologia de Produtos para Saúde (Abimed).

 A tecnologia foi desenvolvida para a Secretaria Estadual de Saúde (Susam), pela Diagnext.com. Segundo o secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza, trata-se de solução desenvolvida para transmissão remota de exames radiológicos – como mamografia e raio X –, que são feitos no interior e laudados em Manaus, onde ocorre a análise das imagens geradas.

Os laudos retornam aos hospitais do interior via satélite. “Com essa tecnologia é possível transmitir um exame em menos de 10 minutos”, afirma Pedro Elias.

Telessaúde - A telerradiologia é um dos braços do Programa de Telessaúde do Amazonas, considerado referência no País, e que beneficia, principalmente, os moradores do interior. “O programa é uma ferramenta que vence as barreiras geográficas da região, chegando a todos os municípios e ampliando, assim, a oferta de serviços especializados de saúde”, ressalta Pedro Elias.

O Programa de Telessaúde do Governo do Estado abrange, inclusive, teleconsultas,  sistema por meio do qual os médicos que atendem nos hospitais do interior podem trocar informações e contar com o suporte de uma segunda opinião de especialistas da capital. O programa já tem uma forte atuação na área de telecardiologia, que permitiu expandir para o interior exames como o eletrocardiograma, Holter e Mapa.

O Programa de Telessaúde também exerce papel estratégico na interiorização do serviço de Mamografia, facilitando o acesso das mulheres do interior a este exame, que é fundamental para o diagnóstico e tratamento precoce do câncer de mama. As imagens geradas pelos mamógrafos instalados nos hospitais do interior são analisadas pelo especialista, na central de laudos em Manaus, e o resultado retorna ao município. Os casos em que são detectadas alterações, a paciente é encaminhada para acompanhamento e tratamento.

Sobre o prêmio – O Prêmio Abimed de Inovação Transformacional foi criado com o objetivo de estimular o desenvolvimento de projetos inovadores na área da saúde. Os ganhadores dessa primeira edição foram eleitos por uma Comissão Julgadora formada por Dirceu Barbano, ex-diretor presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária); Giovanni Guido Cerri, presidente do Conselho Diretor do Instituto de Radiologia do HCFM/USP e ex-secretário de Estado da Saúde de São Paulo; Gonzalo Vecina Neto, superintendente corporativo do Hospital Sírio Libanês, e Aurimar Pinto, diretor executivo de Relação Institucionais da Abimed.

Além da categoria em que o Amazonas foi contemplado, a premiação também destacou mais duas inovações: uma que contribuiu para a melhoria do padrão de cuidados médicos; e outra para a sustentabilidade econômica do sistema de saúde.

Comments are closed.